terça-feira, 7 de julho de 2009




A Traição das Metáforas

não me chamo federika bezerra,
nem sou
amante de rosa,
noiva sim, sem data marcada
para casamento,
e aliança de carne ardendo
na coxa esquerda

tudo mais que já foi dito
sobre mim
na quarta-feira de cinzas é fato
eu dei o tiro de misericórdia
no peito agonizante do papa
no palácio do catete

ainda que seja quando
aqui e mais além
que seja mar
macabea para quem não sabe
escava sua própria cova
e cava com raiva caninca
o buraco negro urubu

Poema Um

entre a pele
e a flor no asco
com meia sola
no sapato
o meu vapor
mais que barato
industrial
e infonáutico
entre o couro
de zinco
e o cabelo
mar de indecifrável
plástico
por entre
o bronze
do teus pêlos

entre a flor
e o vaso de barro
na home Page
ou no carro
na camisinha de Vênus
vírus h corroendo

em vita plus
ou na sala
meu olho gótico
TVendo
Brazilírica lâmpada
fala
por um tanto
ou
tanto quase
cento e dez
em cada fase
nãos endo
assim
acaba sendo



Traição 3

Clarice olhou o barco
com dois olhos salgados
esperma ainda quente
provocando frio no ventre
foi de encontro a água
na areia
arrastou seu corpo
pelas pedras
um marisco
ainda vivo

penetrou nas suas
trevas
e se instalou
definitivamente
no lugar
mais inseguro
do seu porto
para perturbar
por toda vida
sua fonte de prazer

Traição 4

debaixo da sacada
a escada torta
pássaro sem teto
acima do delírio
coração de porco
crava no oco
da noite
a faca cega
punhal de cinco estrelas
na constelação
do cão maior

por onde Úrsula
nua passeia
dédala de dandi
deusa de Dalí
lua de dada
no coração
do pintor
sem fronteiras
debaixo do pé
de abóbora
acima do pé
de cajá
malásia não é aqui
Espanha
não além mar
salvador não é Dalí
a mulher
que eu quero mesmo
é uma Dedé
que não dada

bia de Dante
do inferno
Itamarati
Itamaracá
Constelação
Ursa maior
pra Dedá
meu coração
pra Dedé
não sou cantor
quando quero
quero mesmo
espuma nylon pele tecido isopor


artur gomes
In Brazilírica Pereira:
A Traição das Metáforas
http://braziliricas.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário