terça-feira, 25 de dezembro de 2012

poética 42




Poética 42

facas
perto das frutas
risco que corro
de repente
de cortá-las
chupá-las
comê-las
até engravidá-las
com minha fome
de sê-las

artur gomes
poéticas fulinaímicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário