domingo, 17 de abril de 2016

guaxindiba



Guaxindiba – 
litoral de São Francisco do Itabapoana

este poema avesso. o sentido in/verso de uma concha na areia, alga apodrecendo na praia. submundo submarino onde meu olho espreita no limite entre o poema e o lixo. Parece até que somos bicho nesta cidade sujeira.

Artur Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário